Regras para trabalhar nos EUA com o visto de estudante (F1)

Estudantes internacionais matriculados em cursos integrais em uma universidade ou faculdade americana vão precisar do visto F-1. Com este tipo de visto, você NÃO pode aceitar qualquer tipo de emprego fora do campus durante o primeiro ano de curso. Após o primeiro ano, você poderá trabalhar 20 horas semanais durante o período letivo e 40 durante as férias. Além disso, é possível trabalhar fora do campus, mas para isso você precisará de uma autorização especial do Governo, boas notas na universidade e mais de um ano de curso realizado.

Trabalhar no campus: tendo um visto F-1, você é autorizado a exercer funções em seu ambiente acadêmico, em trabalhos dentro do campus da sua instituição. Para isso, é preciso uma carta de autorização de seu DSO e um Social Security number (número de nove dígitos emitido pelo governo aos cidadãos americanos, residentes permanentes e trabalhadores temporários).

Trabalhar fora do campus: após um ano completo de estudos, você pode pedir autorização para exercer funções além do seu ambiente universitário. O pedido deve ser autorizado pelo Serviço de Cidadania e Imigração dos Estados Unidos , que deverá lhe enviar uma carta de aprovação, a EAD (1-706 Employment Authorization Document). Para conseguir este documento, você precisa preencher o formulario I-765. Só então você pode procurar por um emprego fora do campus. As horas permitidas são as mesmas que o on-campus (20 horas semanais ou 40 horas nas ferias) .

Os estudantes com visto F-1 também podem pedir autorização para dois tipos de treinamentos práticos em suas áreas de estudo: o CPT e o OPT.

CPT (Curricular practical training): Deve ser obrigatoriamente relacionado a sua área, e só pode ser realizado depois da conclusão de um ano completo de estudos nos Estados Unidos. Este trabalho temporário concedido a estudantes estrangeiros pode ser em período integral (durante as férias acadêmicas). O seu DSO deve lhe prover com formulário de recomendação  que ajudará a conquistar a vaga almejada. O CPT vale como um estágio ou treinamento profissional, e deve ser considerado parte do seu currículo acadêmico.

OPT (Optional practical training): este treinamento também tem que ser ligado à área do seu curso universitário. Para conseguir a autorização, você vai precisar do documento EAD e do Form I-20. Pode durar até 12 meses e é restrito a 20 horas/semana, durante as aulas, e em período integral durante as férias. Pode ser requisitado enquanto cursa a graduação (pre-completion OPT) ou após a sua conclusão (post-completion).

E por último existe também a opção OPT STEM Extension. Recentemente foi autorizada a permanencia adicional de 17 meses , após conclusão dos estudos, de estrangeiros que conquistarem um diploma STEM (Science, Technology, Engineering and Mathematics) – ou seja, nas áreas de ciências, tecnologia, engenharia e matemática. O intuito é oferecer treinamento prático extra e, possivelmente, autorizar a permanência legal e definitiva nos Estados Unidos. O objetivo do governo americano é manter no país estrangeiros que possam criar novos negócios e investimentos.

Vale ressaltar: todas as universidades internacionais que recebem estudantes estrangeiros têm um DSO e uma equipe responsável em orientá-lo em qualquer questão relacionada a trabalhar com visto de estudante. Eles devem ser contatados em qualquer caso de dúvida.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp