Quais as principais diferenças que vocês estudantes- atletas notaram entre estudantes norte-americanos e brasileiros?

Você já se perguntou por que as universidades americanas estão sempre entre as melhores do mundo em rankings internacionais? Naturalmente, é um ciclo: sendo muito boas, elas atraem muitos bons estudantes e professores; reunindo em suas salas e corredores as melhores cabeças, elas aumentam ainda mais sua qualidade.

Além disso, porém, outro diferencial das universidades americanas é o formato das aulas. A seguir temos depoimentos de 4 agenciados sobre as aulas nos EUA.

Lucas — Os americanos são mais bem preparados para as aulas. Tem laboratórios em que o pessoal chega sabendo a matéria e só se reúne para discuti-la. Eles têm muito mais medo de tirar nota baixa.

Camila— Os brasileiros têm um foco menor em nota. No Brasil, se você for mal, pode fazer dependência, recuperação ou prova substituta. Aqui, quase todos passam. Quem tem um desempenho ruim carrega isso para sempre no currículo e tem que explicar para empregadores o que aconteceu.

Diogo- Quando cheguei e assisti minha primeira aula dentro da Universidade assustei. Fiquei impressionado com a organização dos alunos e professores. Existe muita tecnologia por aqui e alunos usam disso a seu favor. Por exemplo, a maioria dos alunos levam o laptop para aula. Os americanos são focados em tirar nota alta e são muito competitivos. Nas provas ninguém olha para o lado devido a essa competitividade entre todos.

Fernanda – O que mais me chamou atenção foi o formato das aulas. A “fórmula mágica” inclui liberdade para que o aluno monte seu currículo, uma ampla gama de disciplinas complementares, pouca carga horária em sala de aula e muita atividade de preparação em casa.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp