Dicas de como fazer a Carta de Recomendação Acadêmica e Esportiva

As universidades americanas costumam pedir de quatro ou cinco cartas de recomendação ao candidato. Essas cartas são usadas para entender melhor como o aluno é social e academicamente aos olhos de professores, técnicos, diretores esportivos ou de outras pessoas que acompanham de perto o seu desempenho acadêmico / esportivo.

Cada um tem um estilo próprio de escrever e estruturar cartas de recomendação.

Recomendamos estruturar as cartas de recomendação de uma forma bem objetiva. Divido em quatro parágrafos:

  1. Introdução, onde eu me apresento, recomendo o/a candidato(a), e explico como e há quanto tempo conheço o/a candidato(a);
  2. Um parágrafo onde ressalto as qualidades do(a) candidato(a) e o que o/a fazem destacado(a) na área de onde o/a conheço (sempre dando um exemplo concreto de um feito dele/dela para substanciar minha opinião);
  3. Um parágrafo do por que acho que o/a candidato(a) merece ser aceito no programa ao qual está aplicando; no caso Georgia Tech e o curso que ela pretende fazer.
  4. E um parágrafo de conclusão onde reitero minha recomendação e me ponho à disposição do comitê de aplicação para quaisquer perguntas.
  5. Todas as cartas precisam ser assinada, em papel timbrado e se possível com a logo da instituição.

Alguns exemplos que ajudam a enriquecer a carta são:

  • Projetos feitos dentro e fora da sala de aula,
  • Compromissos assumidos,
  • Posições de destaque ocupadas e
  • Conquistas acadêmicas ou profissionais.

Tópicos que podem ser abordados, caso se apliquem ao aluno, são:

  • Criatividade
  • Motivação
  • Maturidade emocional
  • Hábitos de estudo
  • Iniciativa
  • Habilidade de resolver problemas
  • Motivação
  • Capacidade de liderança
  • Adaptabilidade a novas situações.

Acima de tudo, é extremamente importante, tanto para a universidade quanto para o candidato, que a carta seja honesta e particular. O ideal é que os leitores terminem a carta tendo também uma ideia melhor da sua personalidade, e do seu relacionamento com os professores e outros alunos.

É igualmente importante que o candidato seja colocado em perspectiva com relação a outros alunos (“fulano está entre os 10% alunos mais _____ da sala”), principalmente porque isso pode trazer um novo olhar sobre as notas.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp